01/04/2015

Masters sob medida não sucumbem à crise, avalia presidente da Cromex.

Com milhagem acumulada desde a década de 70, a Cromex, ativo fixo no trono nacional de masters, tem o couro curtido por altos e baixos, delírios e ressacas da economia, razão de sobra para seu presidente, Sérgio Wajsbrot, encarar a recessão atual sem sinistrose. Nesta mini entrevista, ele se aferra à receita da lapidação contínua de RH e P&D para aditivar a demanda, faça chuva ou faça sol no mercado.

PR – A crise atual tende ou não a reduzir as encomendas de cores mais exclusivas de masters de efeitos especiais?
Wajsbrot – 2015 inspira cautela em projeções otimistas para todas as linhas de produtos e não será diferente no reduto das cores especiais. Mesmo assim, esperamos resultados positivos para segmentos maduros, nos quais o consumidor tem uma identificação com a marca e percebe o atributo da embalagem com efeito como valor de marca. O masterbatch especial exercerá função importante para contribuir com os lançamentos de produtos e a empresa que perceber este beneficio poderá se diferenciar no ponto de venda. Em contrapartida, uma variável a considerar é que a macroeconomia deve pesar negativamente nas decisões de novos desenvolvimentos.
PR – Quais os típicos setores de indústrias finais cuja exigência de competitividade crescente os tem feito manter acesa, mesmo na recessão atual, a busca de masters capazes de diferenciar seus produtos nos pontos de venda?
Wajsbrot – Por exemplo, os fabricantes de refrigerantes têm mantido o apelo de cores em suas tampas – até com novos desenvolvimentos em masters. O segmento de cosméticos decerto não abre mão de diferenciar seu negócio. Até mesmo o segmento de limpeza doméstica investiu em 2014 em novos efeitos e cores, embora demonstre este ano maior sensibilidade em questões de custos.
PR – O Brasil prima pela oferta de masters brancos e pretos bem acima da demanda, situação naturalmente agravada em fases de economia retraída. Quais as saídas para preservar margens de lucro e participação de mercado nessas circunstâncias?
Wajsbrot – Somos uma empresa otimista com o Brasil e estamos comemorando 40 anos de atuação junto à transformação dos plásticos. Lideramos o setor de masterbatches com duas unidades (SP e BA), dianteira conquistada pelo pioneirismo no mercado de brancos e pretos. Nossa estratégia para este mercado é continuar oferecendo um portfólio diversificado e competitivo de acordo com a aplicação e produto final do cliente. Atuamos em todos os segmentos com opções desde materiais de alta performance, em sintonia com as normas nacionais e internacionais, até formulações competitivas, de enfoque maior em custo. Contamos também com a exportação de brancos e pretos. Para tanto, investimos em P&D, inovação e qualificação de pessoal com o intuito de gerar soluções para mais de 60 países.

Veja a matéria na íntegra: PlasticoemRevista

Distribuidores Cromex

Fale Conosco

Como podemos ajudá-lo?